Rubens Chiri/Divulgação
Rubens Chiri/Divulgação

Ganso faz alerta para jogo no Rio: 'Temos que matar de vez o Vasco'

Meia do São Paulo aguarda chance para avançar na Copa do Brasil

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

29 de setembro de 2015 | 12h53

O discurso no São Paulo é que a vitória por 3 a 0 no jogo de ida contra o Vasco, na última semana, não pode deixar a equipe acomodada para reencontrar o adversário nesta quarta-feira, no Maracanã, pelas quartas de final da Copa do Brasil. O meia Paulo Henrique Ganso destacou nesta terça-feira a importância do regulamento para o peso do gol marcado fora de casa e lembrou que é importante definir logo o confronto para não dar ao time carioca a esperança de que possa reverter o resultado.

A partida vale vaga nas semifinais da Copa do Brasil, competição que o São Paulo jamais venceu. "É muito bom ter feito esse resultado na primeira partida, é uma ótima vantagem. Mas temos que ir conscientes, porque temos que matar de vez o Vasco. Até porque se já tivéssemos conquistado a classificação, nem precisaria do segundo jogo", comentou Ganso em entrevista coletiva no CT da Barra Funda.

O técnico Juan Carlos Osorio definiu a escalação titular em atividade sem a presença dos jornalistas. O colombiano tem como desfalques Breno, com tendinite, Luis Fabiano, com um trauma na costela, e Michel Bastos, com problema na coxa esquerda. Fora as baixas por problemas físicos, o atacante Rogério não pode atuar por limitação do regulamente, pois já ter defendeu o Vitória pela Copa do Brasil.

Ganso destacou que boa fase do Vasco no Brasileirão impede o São Paulo de entrar em campo relaxado no Maracanã. "O time deles vem forte. O Jorginho é um técnico inteligente, vai saber montar a equipe e eles estão bem no Brasileirão, há alguns jogos sem perder", disse. A equipe carioca ganhou quatro e empatou uma partida nas últimas cinco rodadas, quando conseguiu saiu da lanterna e se aproximou da saída da zona de rebaixamento.

A importância do gol fora de casa, como alertou Ganso, vale como critério de desempate na competição e caso o São Paulo marque um no Rio, forçaria o Vasco a ter que fazer no mínimo cinco gols para poder avançar. O vencedor do confronto vai enfrentar nas semifinais o vencedor de Santos e Figueirense, que jogam na Vila Belmiro. Na ida, o time paulista ganhou por 1 a 0 em Florianópolis.

A provável escalação do São Paulo deve ser: Rogério Ceni; Bruno, Rodrigo Caio, Lucão e Matheus Reis; Thiago Mendes, Carlinhos e Ganso; Wilder, Centurión e Alexandre Pato. A partida começa às 22 horas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.