JF Diorio/Estadão - 16/02/2013
JF Diorio/Estadão - 16/02/2013

Ganso minimiza desejo pela seleção brasileira e foca esforços no São Paulo

Meia só tem mais uma chance para ser chamado por Luiz Felipe Scolari antes da Copa 2014

Fernando Faro, Agência Estado

15 de janeiro de 2014 | 12h44

SÃO PAULO - As excelentes atuações no segundo semestre de 2013 fizeram renascer em Paulo Henrique Ganso o sonho de defender o Brasil na Copa do Mundo, mas até agora Luiz Felipe Scolari não se comoveu e não deu chances ao meia do São Paulo. Agora ele tem só mais uma chance para ser chamado, já que o Brasil faz seu último amistoso antes do Mundial no dia 5 de março, contra a África do Sul.

Com isso, ele precisará usar o Campeonato Paulista como vitrine e reeditar os bons jogos da reta final do Brasileiro se quiser ser lembrado. Questionado sobre o assunto, Ganso admitiu o desejo de voltar a vestir a camisa da seleção, mas promete pautar seu ano pelo sucesso com o São Paulo.

"O Campeonato Paulista é o mais difícil dos estaduais, tenho que trabalhar para mim e para o São Paulo. Se vier a seleção será excelente para mim, a convocação será muito bem-vinda. Se não vier continuarei trabalhando para ajudar o São Paulo na temporada", afirmou o jogador.

Ganso era uma das apostas para reformular a seleção após a eliminação na Copa de 2010 e ganhou chance com Mano Menezes assim que o então treinador assumiu a equipe. As brigas com o Santos e as frequentes lesões foram o afastando e abriu espaço para que Oscar se tornasse dono do meio-campo, algo que só ficou mais evidente sob a batuta de Felipão.

Paralelamente à esperança de ser lembrado, Ganso trabalha com novas metas para ter um ano ainda mais expressivo do que teve em 2013, quando jogou 66 partidas - recorde na sua carreira. Ele agora quer aprimorar as finalizações e ser mais ofensivo. "Quero agora conseguir fazer mais gols do que eu costumo e também espero ter condições de jogar o máximo de partidas que conseguir", concluiu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.