futebol; São Paulo FC; Juan Carlos Osorio
futebol; São Paulo FC; Juan Carlos Osorio

Ganso retorna aos treinos e Ceni é poupado no São Paulo

Time se reapresenta também com as voltas de Denilson e Centurion

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

16 de junho de 2015 | 12h05

O São Paulo se reapresentou nesta terça-feira no CT da Barra Funda após dois dias de folga e treinou com a presença de Paulo Henrique Ganso. O meia foi desfalque no último sábado, contra a Chapecoense, e participou normalmente da atividade, pois já está recuperado de um problema no adutor na coxa direita. Enquanto isso, o goleiro Rogério Ceni teve uma mialgia na coxa direita e foi poupado do trabalho.

Ganso acabou sendo baixa de última hora para a partida no interior de Santa Catarina e obrigou o técnico Juan Carlos Osorio a repensar a formação. O colombiano optou por Michel Bastos na função de armador e mudou o posicionamento do meio-de-campo. Rogério Ceni participou normalmente da partida, que terminou com a vitória do São Paulo por 1 a 0, e passou a manhã desta terça-feira em trabalhos na academia. A lesão não deve tirar o jogador das partidas seguintes da equipe.

Osorio comandou um treino em campo reduzido com a presença de todos os jogadores. O time vai treinar em dois períodos nesta terça-feira e tem como próximo compromisso o jogo contra o Avaí, domingo, no Morumbi, quando vai defender a liderança do Campeonato Brasileiro. Na atividade os titulares e reservas foram misturados e divididos em duas equipes, em trabalho com foco na movimentação e passes de primeira. O volante Denilson e o meia Centurión também retornaram após serem poupados por estarem com problemas pessoais.

Alexandre Pato também integrou o trabalho, apesar da pendência na Justiça que pode o tirar do clube ainda nesta semana. O atacante, que está no São Paulo por empréstimo, pede a rescisão do contrato com o Corinthians por atraso no pagamento de dez meses dos direitos de imagem e também exigia o acerto da equipe do Morumbi, que segundo o jogador o devia três meses. Os dois clubes alegam ter quitado as pendências, mas até a próxima quinta-feira a juíza Maria Alice Kluwe deve dar um parecer sobre o caso.

Como o contrato do jogador com o São Paulo é acessório ao vínculo com o Corinthians, caso a rescisão seja determinada pela Justiça, o atacante também estará fora da equipe. Em entrevista ao BandSports, nesta segunda-feira, o presidente do clube do Morumbi, Carlos Miguel Aidar, afirmou que Pato recebeu sondagens de clubes italianos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.