Martin Alipaz/EFE
Martin Alipaz/EFE

Ganso vê jogo com The Strongest como divisor de águas do São Paulo

'Time está crescendo nas competições por causa disso'

Daniel Batista, Estadão Conteúdo

30 de maio de 2016 | 07h40

A atitude dos jogadores do São Paulo em campo, aliada com a vitória sobre o Palmeiras e o fim do jejum de resultados positivos em clássicos fazem com que a equipe tricolor viva um momento diferente, onde a confiança é a palavra-chave. Para o meia Paulo Henrique Ganso, o empate por 1 a 1 com o The Strongest, na Bolívia, pela Copa Libertadores, em resultado que classificou o time para a fase de mata-mata da competição, foi um divisor de águas para criar uma identidade ao grupo.

"Aquele jogo foi um divisor de águas para o nosso elenco e para nossa forma de jogar, que vem melhorando a cada dia. Nosso time está crescendo nas competições por causa disso. Um está cobrando o outro e não tem vaidade de não poder falar ou reclamar. Cada um cobra do jeito que tem que cobrar. Lógico, no vestiário a gente conversa e vê quem errou e quem acertou para ajustar visando o próximo jogo", disse o meia, autor do gol da vitória por 1 a 0 sobre o Palmeiras, no domingo.

De fato, desde o jogo contra os bolivianos o time do técnico argentino Edgardo Bauza tem demonstrado uma clara evolução, inclusive Paulo Henrique Ganso, que no domingo fez o gol aparecendo de surpresa dentro da área. Mais uma vez, o assunto seleção brasileira volta a ser tema com o jogador. Ele está na lista dos 40 pré-selecionados pelo técnico Dunga para a disputa da Copa América Centenário e pode até ser chamado caso alguém seja cortado por lesão.

"Todo mundo vai ter oportunidade no momento certo e meu foco está no São Paulo. Treino bastante e me preparo para que, na hora que a oportunidade surgir, eu esteja preparado para dar conta do recado", projetou o meia.

O São Paulo volta a campo nesta quarta-feira para encarar o Figueirense, às 21h45, em Florianópolis. Para este jogo, o atacante argentino Jonathan Calleri está fora. Ele foi liberado para viajar e acertar algumas pendências de seu passaporte.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.