Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Ganso voltará a ser titular contra o Ituano

Sem o meia, Tricolor teve muita dificuldade para criar as jogadas contra o CSA

Raphael Ramos, O Estado de S.Paulo

14 de março de 2014 | 05h00

SÃO PAULO - Depois de começar no banco e atuar por apenas 20 minutos contra o CSA, quarta-feira, pela Copa do Brasil, Ganso deverá voltará ao time no domingo contra o Ituano pelo Campeonato Paulista mesmo que Muricy Ramalho resolva poupar alguns jogadores.

Na partida em Maceió ficou comprovado que o São Paulo é melhor com Ganso. Sem o meia em campo, a equipe teve muita dificuldade para criar as jogadas. Pato, Luis Fabiano, Osvaldo e Pabon não se entenderam. Apesar de ter recebido passe de Pato na jogada do gol, o mérito foi todo de Osvaldo, que, com um belo drible, conseguiu se livrar da marcação e chutar.

Luis Fabiano, que ficou 70 minutos de campo e saiu justamente para a entrada de Ganso, teve apenas uma chance de marcar – o zagueiro tirou a bola em cima da linha. "O Ganso me ajuda muito. É o nosso articulador e o cara que cria as jogadas", admitiu o atacante no desembarque da delegação no Aeroporto de Cumbica, quinta-feira à tarde.

Ganso ficou no banco para que Pato fosse titular. Mas como o atacante só voltará a atuar no dia 9 de abril, na partida de volta contra o CSA – ele não pode jogar no Paulistão por ter estourado o limite de partidas defendendo o Corinthians –, Ganso tem lugar garantido na equipe por quase um mês.

Jogador mais assediado e festejado pelos torcedores que foram recepcionar o time em Cumbica, Pato aprovou a sua atuação em Maceió, apesar de não ter balançado a rede. Foi a primeira estreia na sua carreira – contando Internacional, Milan, Corinthians e seleção brasileira – em que não conseguiu fazer gol.

"Marquei um gol, mas foi anulado (dominou a bola com o braço direito antes de chutar). Mas o que eu queria mesmo era a vitória, não importa se com um gol meu ou não."

O atacante ressaltou que o entrosamento com Luis Fabiano virá com o tempo. "Já trabalhei com ele na seleção e não vejo a hora de ter uma sequência ao seu lado."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.