Bruno Cantini/Divulgação
Bruno Cantini/Divulgação

Garantido como titular contra Honduras, Victor comemora chance na seleção

Convocado por Felipão pela segunda vez consecutiva, goleiro também comenta caso Diego Costa

O Estado de S. Paulo

31 de outubro de 2013 | 17h48

Atualizado às 19h50

SÃO PAULO - Convocado pela segunda vez consecutiva para a seleção brasileira - e pela 28.ª vez na carreira - o goleiro Victor não escondeu a satisfação na tarde desta quinta-feira. Logo após o anúncio, o jogador do Atlético-MG se disse feliz por permanecer no elenco de Felipão em um dos últimos amistosos do Brasil antes da Copa do Mundo de 2014. Já no início da noite, em entrevista a Rádio Estadão, Victor falou sobre a importância de estar na seleção nesta reta final de preparação, e comentou o caso Diego Costa.

"Estou feliz por receber mais esta oportunidade. É sempre importante para o atleta poder mostrar seu trabalho na seleção", afirmou o goleiro por intermédio de sua assessoria de imprensa, logo após o anúncio dos convocados. "Recebo com muita alegria esta notícia, procurando cada vez mais firmar meu nome e buscar espaço no grupo", destacou. Mais do que ser convocado, Victor recebeu também a confirmação de que será o titular na partida contra Honduras, dia 16, em Miami. "Serve de motivação e estímulo para trabalhar mais e não se acomodar", disse o goleiro, que acredita que a vaga para o gol ainda está em aberto.

POLÊMICA DIEGO COSTA

No início da noite, o goleiro do Atlético-MG concedeu entrevista a Rádio Estadão e, além de falar sobre a satisfação e responsabilidade de ser convocado, comentou também o caso Diego Costa. "Acho que está no direito dele de fazer a escolha, mas o processo foi mal conduzido", avaliou. "A partir do momento que ele tem em mente se naturalizar espanhol ele precisa assumir de vez, não ficar criando esse mistério." Victor, porém, acredita que o grupo não sentirá a ausência do atacante do Atlético de Madrid. "A gente precisa enfatizar que o Brasil está muito bem servido de bons jogadores e com certeza ele não fará falta para a seleção brasileira"

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.