Robson Fernandjes/Estadão
Robson Fernandjes/Estadão

Gareca chega para conversar com o Palmeiras e exalta trabalho no Brasil

Treinador argentino deve assinar um contrato de dois anos e assumir o lugar deixado por Gilson Kleina

Daniel Batista, O Estado de S. Paulo

21 de maio de 2014 | 14h43

SÃO PAULO - O técnico Ricardo Gareca chegou na tarde desta quarta-feira ao Brasil e em sua primeira entrevista em solo brasileiro disse que trabalhar no País seria um grande desafio, mas assegura que ainda não tem nada fechado com o Palmeiras.

"O futebol brasileiro é muito competitivo e seria muito importante e bom para mim trabalhar aqui", disse o treinador, que saiu do Aeroporto de Cumbica e foi direto para a Academia de Futebol, onde se reunirá com o presidente Paulo Nobre e com o diretor executivo José Carlos Brunoro.

"Venho para conversar e ainda não tem nada definido. Não dá para adiantar mais nada e peço desculpas por não atender a todos nos últimos dias, mas não tinha muito o que falar", explicou.

O treinador deve assinar um contrato de dois anos e pode ser anunciado até sexta-feira. Dependendo do andamento da conversa, ele pode até viajar para Araraquara e acompanhar a partida do Palmeiras contra o Figueirense.

Nesta quinta-feira, o Palmeiras ainda será comandado por Alberto Valentim e a tendência é que isso se repita no domingo, na partida contra a Chapecoense.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.