Gareca nega culpa da diretoria do Palmeiras em má fase da equipe

Técnico argentino assegura que tem toda a estrutura para trabalhar e assume a responsabilidade pelo momento ruim do time alviverde

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

16 de agosto de 2014 | 04h55

Boa parte da torcida do Palmeiras culpa a diretoria do clube situação ruim do time no Campeonato Brasileiro. Tanto que está agendada um protesto na frente da Academia de Futebol nesta sexta-feira, onde os torcedores vão pedir a contratação de reforços e a demissão de toda a diretoria de futebol. Por conta disso, o técnico Ricardo Gareca saiu em defesa dos dirigentes e os eximiu de culpa pelo momento do time. 

“A relação entre nós é muito boa. Agradeço o apoio da direção. Eles estão sempre em cima, nos ajudando. A falta de resultados não é consequência de que me falte algo. Tenho praticamente tudo que pedi. Eu sou o responsável por isso, já que tenho tudo para me facilitar”, disse o treinador.

E, de fato, os reforços pedidos pelo treinador foram contratados. A única posição em que ele esperava mais opções era no meio de campo, onde ele indicou alguns nomes, mas a direção não conseguiu entrar em acordo financeiro. Por outro lado, Valdivia, que era considerado negociado, voltou e acabou preenchendo a necessidade do treinador. A preocupação é que a janela de transferência para o mercado do exterior está aberta até o dia 31, portanto, existe ainda a chance do chileno ser negociado.  

Em meio a protestos de torcida e muita pressão, o Palmeiras joga domingo, contra o São Paulo, às 16h, no estádio do Pacaembu. A equipe alviverde tem apenas 14 pontos e precisa da vitória para não entrar na zona de rebaixamento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.