Garoto que morreu durante teste no Vasco é enterrado

Wendel Junior Venâncio da Silva, que tinha 14 anos e morreu na última quinta-feira, durante um teste para entrar na equipe Sub-15 do Vasco, foi enterrado nesta sexta, com uma bandeira vascaína sobre o caixão, em São João Nepomuceno (MG).

AE, Agência Estado

10 de fevereiro de 2012 | 18h53

O diretor das categorias de base do Vasco, Humberto Rocha, admitiu nesta sexta-feira que não havia médico no centro de treinamento do clube, em Itaguaí, na região metropolitana do Rio, durante o treino em que o jovem jogador morreu.

O caso está sendo investigado pela 50ª Delegacia de Polícia. Na próxima semana, vão ser ouvidos funcionários do CT das categorias de base do Vasco. E o resultado da necropsia feita no corpo do menino só deve ficar pronto em 30 dias.

O pai de Wendel, Antônio Carlos Venâncio, disse nesta sexta-feira não ter "nada a reclamar do Vasco". "O que a diretoria poderia fazer, fez, mas infelizmente não teve jeito", afirmou ele. O clube prometeu dar todo apoio à família do garoto.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolVasco

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.