Garotos são a bola da vez nos grandes

Diego Tardelli, do São Paulo, Wendell, do Corinthians, Glauber, do Palmeiras e Daniel, do Santos. Provavelmente você nunca - ou quase - ouviu falar neles e deve imaginar que fazem parte das categorias de base dos quatro grande clubes de São Paulo. Errou, no entanto, quem apostou nessa opção. Eles integram o grupo profissional e a maioria vai aparecer na rodada do fim de semana, nas transmissões pela tevê. Não se considere mal-informado por isso. A questão é que os dirigentes mudaram radicalmente de comportamento e, nos últimos meses, abdicaram totalmente das contratações para investir tudo na criançada de 17, 18 ou 19 anos.Leia mais no Estadão

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.