Garotos Sub-17 do Brasil vacilam e perdem a chance de ganhar o penta

SÃO PAULO - Garantido no Mundial, o Brasil entrou em campo para enfrentar o Paraguai neste domingo à tarde, em San Luis, na Argentina, ainda com chances de conquistar o Sul-Americano Sub-17, mas o empate por 2 a 2 frustrou o objetivo do time comandado pelo técnico Alexandre Gallo.

O Estado de S. Paulo

28 de abril de 2013 | 20h15

A seleção brasileira vencia o jogo até os 46 minutos do segundo tempo, quando viu Sanabria empatar com um chute que desviou no lateral-direito Jeferson e enganou o goleiro Marcos. O personagem principal da partida foi Kenedy, do Fluminense. O atacante anotou os dois gols do Brasil, mas perdeu uma chance sem goleiro no segundo tempo, jogada que poderia ter decidido a partida. Além disso, ele errou no lance que originou o gol de empate.

O Brasil percebeu logo aos 18 minutos do primeiro tempo que sua missão não seria fácil. Rolón abriu o placar para o Paraguai. Kenedy empatou aos 32, de cabeça, após cruzamento de Matheus, e virou aos 33 do segundo tempo, com nova cabeçada – o passe foi de Alisson. Com Gallo na arquibancada – o treinador foi expulso –, a seleção levou o empate e não conseguiu conquistar o pentacampeonato sul-americano.

Notícias relacionadas
Tudo o que sabemos sobre:
futebolseleção brasileiraRio 2016

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.