Vitor Silva/SSPress/Botafogo
Vitor Silva/SSPress/Botafogo

Gatito alerta para qualidade do Defensa y Justicia e pede Botafogo 'inteligente'

Após vitória por 1 a 0 no Rio de Janeiro, equipe alvinegra decide vaga em Buenos Aires, nesta quarta-feira

Redação, Estadão Conteúdo

19 de fevereiro de 2019 | 20h40

O Botafogo luta pela classificação à segunda fase da Copa Sul-Americana nesta quarta-feira, quando visita o Defensa y Justicia em Buenos Aires. O time brasileiro tem a vantagem do triunfo por 1 a 0 na ida, no Engehão, mas vai encarar um adversário que vive grande fase e que deixou o goleiro Gatito Fernández "impressionado".

"É um time que está muito bem treinado, dá para ver pelo jogo deles. Na saída de bola, tenta colocar no chão, jogar. Nos impressionou no Engenhão. Mesmo com o campo encharcado, tentou fazer o jogo deles. Mas conhecemos bem a equipe e estamos prontos para a partida", declarou nesta terça.

O Defensa y Justicia está na segunda colocação do Campeonato Argentino, no qual é o único invicto após 19 rodadas. A equipe tem os mesmos 45 pontos do líder Racing, mas com desvantagem nos critérios de desempate. Nas últimas 24 partidas disputadas pela equipe, foram apenas duas derrotas, incluindo a do Engenhão para o Botafogo.

Para frear o bom momento do adversário, Gatito pediu "inteligência". "Vamos buscar o jogo com inteligência, entramos com um resultado a favor. Temos que entrar sem pressa, sem acelerar o jogo, para a gente sair com a classificação. Um gol fora de casa dá tranquilidade para a gente administrar melhor."

O goleiro só lamentou a ausência do zagueiro Joel Carli, lesionado, mas mostrou confiança no substituto Marcelo Benevenuto. "Carli é um jogador de experiência, um líder em campo. Vamos sentir falta, mas o Marcelo também tem experiência, sempre fez jogos importantes, até se destacou na Libertadores. Então, ficamos tranquilos e esperamos que faça um grande jogo."

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
BotafogoCopa Sul-americanafutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.