Gattuso diz que sonha com futebol de Ronaldinho

O volante italiano Gattuso disse neste domingo que é um "insulto ao futebol" dizer que seu futebol voluntarioso simboliza mais a Copa do Mundo do que a classe de Ronaldinho Gaúcho, depois do fiasco da seleção brasileira, eliminada nas quartas-de-final diante da França. "Eu posso jogar bem e fazer muitos desarmes, mas a classe de Ronaldinho e a diversão que ele proporciona são o que eu sonho todas as noites. Posso dizer apenas que ele não fez o Mundial que se esperava", explicou o italiano, conhecido por sua garra em campo - é o jogador italiano com mais bolas recuperadas, 21 durante os cinco primeiros jogos da Copa. O jogador admitiu que seu estilo de jogo às vezes pode despertar críticas, mas afirmou que está tranqüilo em relação a elas. "Honestamente, eu sei que há muitas pessoas que não gostam de mim, mas isso não me importa", disse o jogador do Milan, que entra pendurado terça-feira, na semifinal contra a Alemanha - se levar mais um amarelo, não poderá jogar a final ou a decisão do terceiro lugar. "É um teste para a minha maturidade, sem dúvida, mas não vou me preocupar com isso durante o jogo." Sobre as diferenças da campanha atual da Itália em relação aos fiascos da Copa de 2002, quando caiu nas oitavas-de-final diante da anfitriã Coréia do Sul, e a Eurocopa de 2004, quando parou na primeira fase, Gattuso creditou a mudança de postura ao técnico Marcelo Lippi. "Não quero criar polêmica com os anteriores, mas hoje nosso grupo é mais forte e unido", disse.

Agencia Estado,

02 Julho 2006 | 11h35

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.