Gaviões da Fiel vai entregar possível responsável por disparo de sinalizador

O jovem de 17 anos será apresentado na Vara da Infância e Juventude de Guarulhos

O Estado de S. Paulo

24 de fevereiro de 2013 | 11h42

SÃO PAULO - A Gaviões da Fiel, principal torcida organizada do Corinthians, declarou que apresentará, nesta segunda-feira, na Vara da Infância e Juventude de Guarulhos, o possível autor do disparo do sinalizador que matou Kevin Espada, na última quarta-feira, na partida contra o San Jose, pela Libertadores.

Segundo o advogado da torcida, Ricardo Cabral, o garoto de 17 anos, que teve apenas suas iniciais divulgadas, H. A. M., ficou muito assustado e queria se apresentar na Bolívia, mas a organização preferiu que ele voltasse ao Brasil para então apresentá-lo, com medo do que poderia acontecer com o jovem em território boliviano.

Ainda segundo Cabral, em entrevista à Folha de S. Paulo e a TV Globo, o disparo foi acidental e em nenhum momento ele esteve entre os detidos pela polícia boliviana.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.