Gaviões divulga nota sobre possivel 'manifestação' na Praça Charles Muller

Torcida organizada diz que vai esperar resultado do recurso para se manifestar sobre a partida de quarta-feira

25 de fevereiro de 2013 | 15h18

SÃO PAULO - A Gaviões da Fiel emitiu uma nota oficial na noite deste domingo sobre uma possível manifestação na Praça Charles Muller na quarta-feira, antes da partida entre Corinthians e Millonarios, caso a punição da Conmebol seja mantida e o time atue na Libertadores com os portões fechados.

"Está sendo veiculado na mídia que as Torcidas Organizadas, inclusive os Gaviões, irão fazer uma manifestação e concentrar-se nos arredores do Pacaembu na quarta-feira, no horário da partida, mas nós não estamos nos organizando para tal "Manifestação", diz a nota.

A organizada disse que irá aguardar a decisão da Conmebol para tomar uma decisão. A entidade puniu o Corinthians após a morte de garoto Kevin Espada, de 14 anos, torcedor do San Jose. Kevin foi atingido por um sinalizador disparado por um integrante da Gaviões da Fiel. A Conmebol deve ser pronunciar até o fim da tarde desta segunda-feira.

A Gaviões alega que o disparo foi uma "fatalidade" e lembra que doze pessoas estão presas inocentes, em situação precária na Bolívia.

"A diretoria dos Gaviões está colaborando com o esclarecimento deste caso e dando o respaldo necessário aos doze corinthianos e suas famílias. Estamos empenhados e vamos até o fim para provar e comprovar a inocência de todos", diz a organizada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.