Geninho deve continuar no Santos

O técnico Geninho deve dirigir o Santos no Campeonato Brasileiro 2001. Depois de uma longa conversa com o gerente de futebol, Luiz Henrique de Menezes, ele já considera essa possibilidade. "Primeiro, precisava saber se o Santos tinha interesse em minha permanência e isso foi confirmado", disse ele, revelando que, depois das férias, irá reassumir suas funções. "Tenho contrato até o final de junho com o clube e haverá muito tempo para conversar". Logo depois da desclassificação do Santos no Paulista, Geninho seguiu para a Coréia do Sul realizar um amistoso.De partida para o continente asiático, disse que não tinha nada resolvido, mas nesta quinta-feira demonstrou que está disposto a continuar. Além de conhecer bem a Vila Belmiro e os problemas do clube, tem a oportunidade de ficar junto de sua família, que mora em Santos. Para o Santos, pode ser a melhor alternativa, já que a difícil situação financeira do clube impede de realizar o sonho de ter um treinador do grupo de elite.Não só pelos salários, mas pela exigência de reforços caros e de uma estrutura que já não dá para bancar. O presidente Marcelo Teixeira nega que haverá uma operação desmanche e revela que o time receberá reforços. Isso, mesmo depois da saída de Caio - que já anunciou que não permanecerá mais na Vila - e com a situação de Dodô, que receberá seu passe no final do mês que vem e de Rincón, pretendido pelo São Paulo e Corinthians, duas equipes com muito mais cacife que o Santos.O mais provável é que o time para o Brasileiro receba algum jogador experiente para atuar junto com os mais jovens e há também planos de lançar outros atletas que, devagar, estão chegando ao time principal. Depois de consolidar o futebol de Deivid e lançar o volante Paulo Almeida no Paulista deste ano, os santistas investem em Elano e outros que estão sendo preparados no time de base.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.