Geninho é demitido do Atlético-PR

O técnico do Atlético Paranaense, Geninho, que levou o time ao título inédito de campeão brasileiro, foi demitido nesta terça-feira. A diretoria afirmou que não houve acerto salarial. Geninho foi chamado para uma conversa no início da tarde e recebeu a proposta de reduzir os R$ 81 mil que recebe mensalmente, em razão da nova filosofia salarial que está sendo implantada no clube. Ele não aceitou e a diretoria decidiu dispensá-lo antes de 2 de junho, quando oficialmente acabaria seu compromisso verbal com o clube.À frente do elenco desde 16 de agosto do ano passado, Geninho comandou o time em 48 partidas, tendo conquistado 26 vitórias. Ele conseguiu o respeito da torcida e nesta terça-feira agradeceu, lembrando ter sido o Atlético o único time que dirigiu e não recebeu vaias. Geninho disse não considerar "justo" ter o salário reduzido, em razão do que conquistou com o time, sobretudo o título brasileiro. Mesmo confessando ter sido pego de surpresa com a decisão, afirmou deixar o clube sem mágoas.Para o jogo desta quarta-feira, contra o Prudentópolis, quando o Atlético decide sua classificação para as semifinais do supercampeonato paranaense, o time será comandado pelo preparador físico Carlos de Oliveira Carli, conhecido como Riva. Ele deverá ficar no comando técnico até o fim da competição.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.