Geninho ganha o reforço de Léo

O lateral-esquerdo Léo foi liberado pelos médicos, voltou a treinar e será escalado no jogo de domingo, contra o Botafogo, em Ribeirão Preto. Essa foi a boa notícia que o técnico Geninho teve hoje e que irá facilitar a armação do time para a próxima partida. Fora isso, o treinador ainda tem dúvidas e dificilmente escapará de colocar em campo jovens atletas, já que não poderá contar com os experientes Galván e Claudiomiro, suspensos. Se optar pela manutenção do esquema 3-5-2, o técnico terá que promover a estréia do zagueiro Rodrigo Costa. Caso fique no 4-4-2, manterá André Luís e Pereira na zaga e poderá escalar Marcelo Silva e Renato como volantes ou ainda promover a entrada de Paulo Almeida para compor a dupla com Silva. Desse setor para a frente, Geninho tem várias alternativas e poderá escalar desta vez Robert e Caio juntos na armação de jogadas de ataque para Dodô e Deivid. Dentro de campo, Geninho se arruma como pode, mas fora dele, a crise financeira continua perturbando. Amanhã (08) vence o prazo para o empresário português Manoel Barbosa pagar o passe de Jean, negociado por US$ 1 milhão. Como parte das receitas do clube estão bloqueadas pela federação, por conta de débitos previdenciários e outros direitos já foram recebidos antecipadamente, esse dinheiro da venda do zagueiro é aguardada ansiosamente pelos dirigentes, para evitar maiores atrasos nos salários e direito de imagem dos jogadores. Se o empresário não pagar, Jean retorna ao clube, mas há a possibilidade de ser negociada sua permanência por empréstimo. Barbosa faz o pagamento e aluga o passe aos santistas até o meio do ano, quando poderá negociá-lo com algum time europeu, o que é o objetivo principal de seu interesse pelo jogador.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.