Geninho rebate críticas de Dodô

O técnico Geninho, do Santos, respondeu nesta terça-feira as declarações de Dodô, que, na véspera, havia dito que não houve a ordem para Rincón fazer as cobranças de pênalti. "O próprio Rincón admitiu isso e tenho também o testemunho do presidente Marcelo Teixeira, que ouviu a preleção". Para o treinador, "Dodô podia estar distraído, pensando em outra coisa e acabou não ouvindo". Lembrou, porém, de duas situações favoráveis ao atleta: "No jogo contra o São Caetano, ele chamou a responsabilidade para si num momento difícil, cobrou o pênalti e marcou, o mesmo ocorrendo contra o Mogi. Dessa forma, se ele tivesse marcado contra o Corinthians, ninguém estaria falando nada".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.