Genoa demite Mandorlini e recontrata técnico demitido em fevereiro

Time está na 16ª posição no campeonato italiano

Estadao Conteudo

10 Abril 2017 | 11h02

Menos de dois meses após ser demitido pelo Genoa, o técnico Ivan Juric voltará ao comando da equipe italiana. Ele foi anunciado nesta segunda-feira para substituir Andrea Mandorlini, que não resistiu à derrota por 3 a 0 para a Udinese, no domingo, em rodada do Campeonato Italiano.

Juric havia sido demitido no dia 19 de fevereiro, como consequência da goleada de 5 a 0 que o Genoa levou do Pescara. Mandorlini, então, fora contratado para recuperar a equipe. E parecia obter sucesso ao estrear com um empate e uma vitória. Mas acabou sofrendo quatro derrotas seguidas, sem marcar um gol sequer.

Diante do retrospecto recente, a diretoria do clube de Gênova decidiu devolver Juric ao cargo. O técnico croata, de apenas 41 anos, tem forte ligação com o time por defender a equipe como jogador em seus últimos quatro anos como profissional.

Como treinador, ele desembarcou no Genoa no início da temporada europeia, após levar o Crotone da segunda para a primeira divisão, pela primeira vez na história do clube. Juric já reassumirá a equipe nesta segunda-feira.

Com a recente série negativa, o time de Gênova caiu para o 16º lugar da tabela do Italiano, com 29 pontos. No sábado, Juric fará sua reestreia no comando da equipe contra a Lazio, em casa.

Mais conteúdo sobre:
futebolCampeonato ItalianoGenoa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.