Genoa é multada por racismo de torcida contra Balotelli

O Genoa foi multado nesta segunda-feira em 30 mil euros (cerca de US$ 38,9 mil) depois que torcedores do clube foram flagrados cometendo insultos racistas direcionados a Mario Balotelli, do Milan, no confronto realizado na última sexta-feira, em Gênova, pelo Campeonato Italiano.

AE, Agência Estado

11 de março de 2013 | 13h21

Ao anunciar a punição, a organização da competição não informou o nome do jogador vítima de racismo, mas ficou claro que Balotelli foi vítima de insultos desta natureza, sendo que o atacante marcou o segundo gol da vitória por 2 a 0 sobre o Genoa.

No mês passado, Balotelli, que é negro, e seu companheiro de Milan Sulley Muntari também foram abusados racialmente no clássico diante da Inter de Milão. Já

Kevin-Prince Boateng chegou a deixar um amistoso do time rubro-negro, em janeiro, após ter sido vítima do mesmo tipo de problema.

No comunicado divulgado nesta segunda, o site oficial do Campeonato Italiano ainda esclareceu que o Genoa foi multado também pelo fato de que seus torcedores atiraram moedas e isqueiros em um auxiliar da arbitragem que fica ao lado da linha do gol, assim como o goleiro Christian Abbiati também foi alvo destes objetos.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolGenoaBalotelliracismoMilan

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.