Geórgia irá à Fifa por time da Ossétia do Sul no futebol russo

A federação georgiana de futebol anunciou nesta terça-feira que levará um protesto à Fifa pela inscrição do Spartak Tskhinvali, da Ossétia do Sul, na segunda divisão do futebol russo.

EFE

18 de agosto de 2009 | 13h16

 

"Já iniciamos consultas com a Fifa. A Rússia deveria ser punida e, inclusive, expulsa da federação", disse o presidente do organismo local, Nodar Ajalkatsi, em declarações publicadas pelo jornal Alia.

 

Por sua vez, o ministro de Cultura e Esporte da Geórgia, Nikoloz Rurúa, disse que a participação do Spartak Tskhinvali é "ilegal". A região separatista da Ossétia do Sul foi reconhecida como Estado independente pela Rússia em agosto de 2008, após um conflito entre russos e georgianos.

 

O porta-voz da federação local disse que a simples inscrição do Spartak na segunda divisão russa é "uma violação de todas as normas internacionais".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.