Gerardo Martino recusa convite para comandar Colômbia

A Federação Colombiana de Futebol informou nesta quinta-feira que o argentino Gerardo Martino recusou o convite para ser o novo técnico da seleção local. A proposta havia sido feita na última quarta, pelo presidente da entidade, Luis Bedoya, durante uma reunião em Lima, no Peru.

AE-AP, Agência Estado

25 de agosto de 2011 | 15h45

Martino deixou a seleção paraguaia após a campanha do vice-campeonato na Copa América, com a derrota para o Uruguai na final. Na época, ele foi cogitado para substituir Sergio Batista no comando da Argentina, o que também acabou não se concretizando.

Apesar de ser argentino, Gerardo Martino construiu a sua carreira como técnico no Paraguai. Ele chegou à seleção em 2007, após um bom trabalho no Libertad, e a levou às quartas de final da Copa do Mundo de 2010, na África do Sul, quando acabou sendo derrotado pela Espanha.

Com a recusa, a seleção colombiana segue atrás de um novo treinador para o lugar de Hernán Darío Gómez, que deixou o cargo após a Copa América, em meio a um escândalo por ter sido acusado de agressão a uma mulher.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolColômbiaGerardo Martino

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.