Germano assume culpa pela derrota

O goleiro Carlos Germano pediu desculpas para a torcida da Portuguesa. Ele assumiu a culpa pelo segundo gol marcado pelo Corinthians, aos 18 minutos de jogo. O chute de Éwerthon, de fora da área, era defensável, mas o goleiro deixou a bola escapar. "Foi um lance infeliz", disse o goleiro, que destacou a atuação do adversário no primeiro tempo. "No segundo a equipe reagiu, mas não deu para tirar a diferença" O técnico Candinho também atribuiu à falha de Carlos Germano como um dos pontos da derrota.Mas o treinador não culpou o atleta pelo resultado. "Ele é um grande goleiro, mas não teve sorte no lance", disse o treinador, que lamentou o time não ter aproveitado as jogadas de ataque que criou. "Enquanto o Corinthians marcou os gols que surgiram, nós não tivemos a mesma sorte", afirmou Candinho, que ainda acredita na classificação da equipe.A derrota revoltou os torcedores da Portuguesa, que ocuparam uma pequena parte do estádio. No fim do jogo os diretores da Lusa, que eram obrigados a passar perto dos torcedores, antes de chegarem ao vestiário, quase foram agredidos. Os torcedores xingaram os dirigentes que poderiam ter problemas não fosse a intervenção da Polícia Militar.O zagueiro Émerson, um dos líderes do time da Lusa, disse que a arbitragem favoreceu o adversário. Ele reconheceu que o Corinthians estava em tarde inspirada e jogou um grande futebol. "Não quero justificar nossa derrota, mas em alguns lances, principalmente no segundo tempo, quando o time cresceu, a arbitragem nos prejudicou", disse o zagueiro, que fez um gol de cabeça no segundo tempo, após cobrança de escanteio, mas a arbitragem anulou a jogada, alegando que a bola havia feito uma curva, saindo pela linha de fundo, e voltando para a área do Corinthians.A Portuguesa tem um jogo decisivo pela Copa do Brasil contra o São Raimundo, quarta-feira, no Canindé. O time paulista perdeu a partida em Manaus. O adversário joga pelo empate, enquanto a Lusa precisa vencer por dois gols de diferença para continuar na competição. Pelo Paulista, a Portuguesa jogará contra a Ponte Preta, domingo, em Campinas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.