Germano vai ?apagar incêndio? na Lusa

Carlos Germano chegou à Portuguesa com um discurso otimista e conciliador. O jogador espera ajudar a equipe a chegar às finais do Campeonato Paulista e, com isso, reconquistar um lugar na seleção brasileira. O goleiro incumbiu-se de uma árdua tarefa: acalmar os ânimos de seus companheiros de posição Marcelo Moretto e, principalmente, Fabiano. O segundo, que era o titular até o jogo passado, não compareceu à recepção ao novo contratado, que também teve a apresentação da cervejaria Schincariol como patrocinadora da Lusa. Carlos Germano quer conversar com os novos companheiros e ressalta que dificilmente vai atuar em todas as partidas. "Todo mundo vai jogar, é só uma questão de tempo", disse. "Tenho certeza de que vou aprender com eles, e eles comigo." O goleiro vai estrear depois do carnaval. Para o jogo contra a Portuguesa Santista, sábado, Moretto será o titular. "Carlos Germano tem bagagem, maturidade e competência para ser titular mas, para isso, terá de produzir", afirma o técnico Renê Simões. O presidente da Lusa, Amilcar Casado, disse que vai tentar a ajuda da Federação Paulista para pagar o goleiro, que nega receber de salários os R$ 200 mil anunciados pelo Santos. "Não ganho nem um terço disso."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.