Lucas Uebel / Grêmio FBPA
Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Geromel culpa gol sofrido no início por queda gremista: 'Acabou com a estratégia'

Santos abriu o placar com apenas 11 segundos de jogo acabou vencendo por 4 a 1

Redação, Estadão Conteúdo

16 de dezembro de 2020 | 22h25

O Grêmio viu a sua estratégia ruie logo aos 11 segundos do primeiro tempo, quando Kaio Jorge aproveitou recuo errado de Jean Pyerre e fez o primeiro gol do Santos na goleada por 4 a 1, na Vila Belmiro, pelas quartas de final da Copa Libertadores.

Capitão do time tricolor, o zagueiro Pedro Geromel reconheceu que a equipe não fez uma boa partida na noite desta quarta-feira e culpou o gol sofrido logo nos primeiros segundos.

"As coisas não ocorreram bem hoje. Desde o começo não entramos bem. Infelicidade nossa tomar um gol no começo, o que fez a nossa estratégia ir por água abaixo", lamentou Geromel, que parabenizou o Santos pela classificação às semifinais: "Só um ia passar e o Santos fez por merecer com dois bons jogos. Eles estão de parabéns".

Com a eliminação na Libertadores, o Grêmio agora tem mais duas competições pela frente: Brasileirão - está em sétimo lugar - e Copa do Brasil - faz uma das semifinais contra o São Paulo.

"A gente vinha de 17 jogos sem perder. Agora é levantar a cabeça, porque no final de semana temos o Brasileirão e ainda temos pela frente duas decisões na Copa do Brasil", finalizou Geromel.

O Grêmio não tem muito tempo para lamentar, pois no sábado vai até Recife enfrentar o Sport, na Ilha do Retiro, pela 26.ª rodada do Brasileirão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.