Adrian Dennis/AFP
Adrian Dennis/AFP

Gerrard defenderá o Los Angeles Galaxy após deixar o Liverpool

Jogador de 34 anos deve assinar contrato por um ano e meio com o novo clube, para o qual vai se transferir já ao fim desta temporada

Estadão Conteúdo

07 de janeiro de 2015 | 13h53

Steven Gerrard irá se juntar ao Los Angeles Galaxy, em julho, depois de encerrar a sua longa trajetória como jogador do Liverpool, clube que defende desde a sua infância. O veterano meia de 34 anos fez a revelação em entrevista ao jornal Los Angeles Times, para o qual confirmou que assinará um contrato de 18 meses com o clube norte-americano.

No último sábado, o Liverpool anunciou oficialmente que o ídolo irá se transferir para os Estados Unidos ao término da temporada 2014/2015 do futebol europeu, quando o seu contrato com o clube inglês acabará. Na América do Norte, ele irá disputar a Major League Soccer, principal competição norte-americana de futebol. 

Gerrard disse ao Los Angeles Times que "uma das razões para escolher o LA Galaxy foi por causa do sucesso que tiveram recentemente". Em dezembro, o clube ganhou pela terceira vez em quatro anos o campeonato nacional dos Estados Unidos, conquistado pelo time também em 2005.

Na entrevista ao Los Angeles Times, Gerrard também festejou a sua ida para o Galaxy. "É a hora certa para mim e para minha família para a mudança, para um novo desafio", disse o atleta. "Quero terminar minha carreira muito forte. Quero acrescentar mais algumas medalhas e troféus à minha coleção. Então acho que é um casamento feito no céu, realmente", completou.

De malas prontas para atuar pela mesma equipe que foi defendida pelo seu compatriota David Beckham no fim da carreira do astro inglês, Gerrard fez a sua estreia pela equipe profissional do Liverpool em 1998 e marcou 182 gols em 696 partidas desde então. Neste período, ele ganhou a Liga dos Campeões da Europa (2004/2005), a Copa da Uefa (2000/2001) - atual Liga Europa - , a Copa da Inglaterra (2000/2001 e 2005/2006) e a Copa da Liga Inglesa (2000/2001, 2002/2003 e 2011/2012) pelo clube.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.