REUTERS/Peter Powell
REUTERS/Peter Powell

Gerrard pode ajudar Liverpool a conquistar título inglês no duelo entre City e Aston Villa

Equipe do técnico Jurgen Klopp precisa que time de Pep Guardiola tropece diante do Villa, neste domingo, para levantar o caneco

Redação, O Estado de S.Paulo

21 de maio de 2022 | 10h31

O Campeonato Inglês reservou uma última rodada, neste domingo, com um roteiro emocionante envolvendo Steven Gerrard e Liverpool. Técnico do Aston Villa, Gerrard enfrenta o Manchester City na rodada final e pode ajudar o Liverpool, time pelo qual é ídolo, a ser campeão inglês, o que não conseguiu fazer quando jogador. Apesar do cenário, o treinador afirmou que sua principal motivação é o resultado para o Villa.

"É decepcionante quando se fala de integridade. Vamos para o jogo no fim de semana e dar tudo o que temos para tentar marcar pontos para o Aston Villa e nossos torcedores. Se isso inevitavelmente ajudar o Liverpool, fantástico. Vamos tentar dificultar o máximo possível para o Manchester City. Lutaremos por tudo o que pudermos. Vamos tentar dar o nosso melhor e deixar nossos torcedores orgulhosos no último dia da temporada", disse o ex-meio-campista.

Gerrard atuou pelo time vermelho de Liverpool em 710 partidas, marcou 186 gols, mas nunca levantou o tão sonhado troféu da Premier League. Ele foi protagonista de uma disputa parecida pelo título com o Manchester City na reta final da temporada 2012/2013, mas um escorregão do ídolo resultou em uma derrota diante do Chelsea a três rodadas do fim. O Manchester City terminou campeão naquela temporada.

Nesta temporada, o Liverpool é o segundo colocado, com 89 pontos, apenas um atrás do Manchester City. O time de Pep Guardiola recebe o Aston Villa, de Philippe Coutinho e Douglas Luiz, no Etihad Stadium, enquanto o Liverpool jogará em casa contra o Wolverhampton. Jurgen Klopp também comentou sobre a possível ajuda de Gerrard.

"Não estou preocupado com o que o Aston Villa irá fazer, isso seria desrespeitar o Wolves, que quer ganhar em Anfield. Se eu ainda jogasse eu pudesse ajudar o Mainz ou o Dortmund (seus antigos clubes), eu ajudaria. Mas eu não jogo, nem o Stevie. Ele vai encarar o jogo com 100% de seriedade, não preciso lhe telefonar", disse Klopp.

Richarlison rebate comentarista e ídolo do Liverpool

Outra rivalidade envolvendo o Liverpool esquentou as redes sociais. Após a emocionante virada por 3 a 2 sobre o Crystal Palace, que salvou o Everton do rebaixamento, o brasileiro Richarlison "bateu boca" com Jamie Carragher, ídolo do Liverpool e atualmente é comentarista.

Em seu Twitter, o brasileiro escreveu "lave sua boca antes de falar sobre mim e sobre o Everton, eu não respeito você". Carragher havia feito um comentário sobre o atleta do Everton se jogar demais durante as partidas, crítica que os ingleses costumam fazer em relação a atletas brasileiros.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.