Getafe é vendido para grupo empresarial de Dubai

O Getafe, que disputa a primeira divisão do Campeonato Espanhol, foi vendido nesta quinta-feira para um grupo empresarial de Dubai, nos Emirados Árabes Unidos. Os valores envolvidos no negócio não foram revelados, mas o Royal Emirates Group of Companies teria pagado entre 70 e 90 milhões de euros para assumir o controle do clube.

AE-AP, Agência Estado

21 de abril de 2011 | 11h11

O grupo comandado pelo xeque Butti bin Suhail Al Maktoum já avisou que o nome Getafe será mantido, mas revelou que a inscrição "Team Dubai" será acrescentada ao uniforme, ao estádio e em outras áreas que divulguem a marca do clube.

Fundado em 1945, o clube da pequena cidade de Getafe, localizada na região central da Espanha, nunca conseguiu grandes resultados em sua história. Atualmente, ocupa apenas o 14º lugar no Campeonato Espanhol, com 37 pontos em 32 jogos.

Com a venda do Getafe, mais um clube dos grandes centros do futebol europeu fica nas mãos de investidores do Oriente Médio. Antes, um xeque de Abu Dabi comprou o Manchester City em 2008 e um do Catar fez o mesmo com o Málaga no ano passado.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolGetafe

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.