Ricardo Saibun/Divulgação
Ricardo Saibun/Divulgação

Geuvânio diz não ter interesse em trocar o Santos pela China

Atacante reitera vontade de ficar em vez de ir ao Tianjin Songjian

O Estado de S. Paulo

13 de dezembro de 2015 | 07h00

Geuvânio recebeu sondagem do Tianjin Songjian, da China, equipe do técnico Vanderlei Luxemburgo, e avisou que, embora os valores de uma possível transação sejam elevados, não tem interesse em deixar o Santos neste momento. O atacante tem contrato até 2017 com o time alvinegro e a tendência é que ele permaneça na Vila Belmiro, pelo menos até o meio de 2016, assim como Lucas Lima e Gabriel, que também são especulados no exterior.

O atacante de 23 anos terminou a temporada como reserva de Marquinhos Gabriel, mas pode herdar a vaga em 2016 pela possível saída do titular. O meia pertence ao Al Nassr, da Arábia Saudita, e como o contrato de empréstimo termina ao fim do ano, o clube da Vila Belmiro tenta estender a permanência do jogador. A compra é opção difícil, já que o valor está fixado em R$ 16 milhões.

Apesar das especulações sobre saídas de atletas, o presidente do clube, Modesto Roma Junior, garantiu estar confiante na permanência dos principais jogadores. "Se há um ano nos preocupava o fato de os jogadores não quererem ficar, hoje nós podemos dizer que eles querem ficar. A vontade pessoal deles é por permanecer", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.