Fabio Motta/AE
Fabio Motta/AE

Ghiggia coloca os pés na Calçada da Fama do Maracanã

Autor do gol da vitória do Uruguai sobre o Brasil na Copa de 1950 ganha um lugar de honra no estádio

AE, Agencia Estado

29 Dezembro 2009 | 13h39

O autor do gol mais importante da história do Maracanã ganhou um lugar de honra no estádio, nesta terça-feira. Aos 83 anos, o uruguaio Alcides Ghiggia tornou-se o centésimo jogador a deixar o pés na Calçada da Fama. Foi ele quem marcou 2 a 1 para o Uruguai sobre o Brasil na final da Copa de 1950.

Ghiggia está no País para gravar um documentário sobre a história das Copas do Mundo, e foi convidado pela administração do Maracanã a deixar sua marca no estádio. O ex-jogador ainda lembra-se com detalhes daquele dia 16 de julho de 1950, quando calou 200 mil torcedores dando o segundo título mundial a seu país.

O uruguaio é o sexto estrangeiro a colocar o nome na Calçada da Fama. Antes dele, gravaram seus pés o alemão Franz Beckenbauer, o sérvio Dejan Petkovic, o português Eusébio, o paraguaio Romerito e o  chileno Elías Figueroa.

Além da seleção de seu país, Ghiggia destacou-se no Peñarol, entre o fim dos anos 40 e o início da década seguinte. Entre 1953 e 1962, ele jogou na Itália, defendendo Milan, Roma e até a seleção do país europeu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.