Giba confirma que Cléber não jogará

Para não correr o risco de perder o meia Cléber por todos os jogos do quadrangular final do Campeonato Brasileiro da Série B, o técnico Giba, da Portuguesa, vai poupá-lo diante do Náutico, neste sábado, no estádio dos Aflitos, onde a equipe paulista defenderá a liderança desta fase, com três pontos. Há também a dúvida sobre a utilização de três zagueiros ou de três volantes. ?Não posso correr o risco de perder o Cléber pelo resto da competição?, justificou Giba, lembrando que as dores sentidas pelo jogador são decorrentes dos treinamentos e do excesso de cobranças de faltas e escanteios. O jogador acabou vetado pelo médico Marco Antônio Ambrósio. Na terça, Cléber foi poupado, na quarta apenas deu voltas no campo e, nesta quinta, não participou do coletivo. O meia é artilheiro do time, com 13 gols. A idéia que ganha mais força nos lados do Canindé é manter a formação com três atacantes, com Celsinho e Johnson na frente, e Leandro Amaral ajudando na armação, enquanto o meio-de-campo teria três volantes: Alexandre, Rodrigo Pontes e Rafael Toledo, este último voltando de suspensão. Na defesa, Wilton Goiano, após suspensão, deve retomar a vaga de Maurício. Eles se revezaram no treino, mesmo porque Wilton também é alternativa para o meio. A opção com três zagueiros forçaria a entrada de Émerson no lugar de um volante e poderia ser usada em parte do jogo. ?Acho que, com três zagueiros, o time fica muito atrás e pode ser perigoso porque a gente chama o adversário para nosso campo?, explicou o técnico, admitindo se defender somente se estiver na frente no placar. Rodrigo Pontes treinou apenas 10 minutos com uma ?botinha? de proteção no dedão, inchada após um pisão. Ele não deixa de ser dúvida. Os jogadores realizaram um treino técnico-tático na tarde desta quinta. Desde quarta o grupo está concentrado num hotel próximo ao Canindé e a delegação embarcará, às 9 horas desta sexta, para Recife. A comissão técnica programou um treino de desintoxicação no período da tarde na Ilha do Retiro, campo do Sport. Talvez, por isso, tenha surgido na capital pernambucana o possível interesse do Sport por Giba. O técnico, porém, nem levou à sério a especulação, embora tenha admitido ter sido procurado no meio da competição. ?Agora estou 200% concentrado nesta reta final da Série B e respirando Portuguesa 24 horas por dia?, garantiu.

Agencia Estado,

27 de outubro de 2005 | 19h12

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.