Giba prega a humildade na Portuguesa

A Portuguesa depende de um simples empate com o já eliminado Guarani, no próximo sábado, em Campinas, para carimbar sua vaga no quadrangular final do Campeonato Brasileiro da Série B. Mas o técnico Giba evita a euforia, prega a humildade de seus jogadores e evita comentar os futuros adversários no caminho para voltar à Série A em 2006. ?Absolutamente impossível comentar um assunto destes. O nosso primeiro objetivo é garantir a vaga, independente de outro resultados. Depois vamos armar planos para a próxima etapa?, disse Giba, que não quer contar com um tropeço do Marília, terceiro colocado com seis pontos, diante do já classificado Náutico, com 12 pontos no Grupo B. A Portuguesa é vice-líder, com nove pontos. Para o jogo que fecha a segunda fase da competição, o grande desfalque será o meia Cléber, artilheiro do time, com 12 gols. Ele marcou, de falta, o primeiro gol na vitória sobre o Marília, mas recebeu o terceiro cartão amarelo e terá que cumprir suspensão automática. Giba já descartou a hipótese de escalar Celsinho na posição. ?O Celsinho é muito mais útil na frente e utilizá-lo no meio de campo é ruim para um garoto de tanto potencial?. Após a folga no final de semana, os jogadores se apresentam nesta segunda para treinos físicos sob o comando de Lino Fachini Júnior.

Agencia Estado,

09 de outubro de 2005 | 17h03

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.