Giggs diz que ainda 'não está pronto' para ser técnico

Ryan Giggs agora é assistente do novo técnico do Manchester United, o holandês Louis Van Gaal, atualmente comandando a sua seleção nacional, mas que assumirá o time inglês após a Copa do Mundo. O eterno ídolo da torcida chegou a ficar como treinador interino no fim da última temporada, acumulando com a função de jogador, mas quis sair e fez questão de deixar claro que ainda "não está pronto" para se tornar técnico.

AE, Agência Estado

28 de junho de 2014 | 16h33

"Havia um monte de coisas com as quais eu estava muito feliz, mas também tinha o sentimento estranho de ''eu não estou pronto para isso''", analisou o galês sobre o período que teve à frente do time de Manchester. "Acho que eu poderia desempenhar a função com um pouco mais de experiência", completou Giggs, que como interino conseguiu duas vitórias, um empate e uma derrota.

Experiência que o ex-jogador de 40 anos espera adquirir com Van Gaal. O técnico holandês, que chega para seu oitavo desafio na carreira, tem no currículo o comando de grandes clubes como Barcelona e Bayern de Munique, além da seleção holandesa em duas oportunidades.

"Esse ano eu posso agregar e aprender com alguém que treinou times de ponta em diversos países", afirmou Giggs. "Foi muito legal ter convivido por muitos anos com (o técnico escocês) Alex Ferguson, mas agora poderei ver como outra pessoa trabalha", acrescentou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolManchester UnitedRyan Giggs

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.