Gil deve se despedir do Corinthians em 2004

Se depender do atacante Gil, 2004 será sua última temporada com a camisa do Corinthians. O atleta já manifestou tanto para a diretoria como para seu empresário, Gilmar Rinaldi, o desejo de jogar em um grande clube da Europa. E só não concretizou seu objetivo neste fim de ano por um simples motivo: não recebeu ainda a tão sonhada proposta. A única oferta oficial veio do Espanyol, de Barcelona, que tentou contratá-lo por empréstimo, idéia recusada pela cartolagem corintiana. Estima-se que a transferência de Gil possa render aos cofres do clube US$ 3,5 milhões (cerca de R$ 10 milhões). Por isso, os dirigentes não estão muitos preocupados em se desdobrar para encontrar maneiras de mantê-lo no Parque São Jorge. Além disso, é consenso que o rendimento do jogador caiu consideravelmente após sua passagem pela seleção brasileira que, no final do primeiro semestre de 2003, disputou a Copa das Confederações, na França. O atacante imaginava que sequer voltaria para o Brasil e acabou se decepcionando pela ausência de interessados em seu futebol. O problema só se agravou quando o lateral-esquerdo Kleber conseguiu se transferir para o Hannover, da Alemanha. Segundo Rinaldi, todos esperam a melhor hora para concretizar a negociação. "O Gil quer atuar por um grande clube. Não vamos fechar com qualquer agremiação", afirmou hoje, em entrevista à Rádio Bandeirantes. A esperança, agora, é de que Gil deixe para traz o péssimo futebol que demonstrou no final de 2003.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.