Gil era promessa. Até Parreira chegar

De inúmeras virtudes, uma não faz parte do currículo do técnico campeão do mundo Carlos Alberto Parreira: ser formador de novos valores. Durante sua carreira, o atual treinador do Corinthians trocou constantemente de clube e não teve tempo para lançar e acompanhar o amadurecimento de jogadores. Mas a vivência e o talento o obrigaram a se render a um atacante em especial do clube atual: Gil, que mesmo não conseguindo levar o Corinthians ao título do Campeonato Brasileiro ? perdeu na final para o Santos ? foi fundamental na excelente campanha do time neste ano, quando conquistou os títulos da Copa do Brasil e do Torneio Rio-São Paulo.Leia mais no Jornal da Tarde

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.