Gil está fora dos planos do Palmeiras

A expressão ?tudo o que é sólido se desmancha no ar? resume direitinho as idas e vindas da lista de reforços do Palmeiras. Nomes que estão ?praticamente contratados? na hora do almoço transformam-se em ?simples sondagens? no final do dia. Na manhã desta quinta-feira, o atacante Gil, ex-Corinthians e atualmente no Verdy Tokyo, do Japão, afirmou, em entrevista à Rádio Jovem Pan, que havia sido sondado por Palmeiras, Santos e Cruzeiro. ?Tenho conversado com esses clubes, e posso jogar em um deles o ano que vem?, prevê. No final da tarde, o diretor de futebol do Palmeiras, Salvador Hugo Palaia, deixou claro que não é no Palestra Itália. ?O Gil não está na lista de reforços. Houve uma sondagem há muito tempo, mas hoje ele não nos interessa mais?, crava o diretor. Fato semelhante aconteceu com os nomes dos zagueiros Ronaldo Angelim, do Fortaleza, e Valdomiro, atualmente sem clube. ?É mentira. Já temos zagueiros suficientes. Se algum outro vier, será para o Palmeiras B?, diz Palaia. Dizer ?não? parece ser o esporte favorito da diretoria. O goleiro Sérgio, por exemplo, aguarda novo contato para renovar seu contrato, que termina dia 31 deste mês. ?Quero ficar no Palmeiras, mas preciso ser valorizado. Não me considero reserva?, diz Sérgio, que afirma ter jogado o mesmo número de partidas que o titular Marcos. O ?sim? da diretoria está garantido para Edmundo e Paulo Baier. O Palmeiras deve promover festas diferenciadas: uma, para receber esses dois jogadores na semana que vem; outra, para os demais contratados: Amaral, Douglas, Enílton e Márcio Careca no dia 27. ?Apresentar o Edmundo é diferente de apresentar o Douglas. Ele já tem uma história no futebol?, justifica o diretor, que define nesta sexta a data de apresentação dos dois novos ?xodós?.

Agencia Estado,

15 de dezembro de 2005 | 19h29

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.