Gil quer voltar para apagar a má fase

Há quatro anos, Gil estreava na equipe do Corinthians. Pouco antes do jogo contra o Fluminense (que venceu por 1 a 0, pelo Torneio Rio-São Paulo), em janeiro de 2000, Oswaldo de Oliveira aproximou-se do então garoto de 19 anos, que pretendia colocar em campo no decorrer do jogo. "Pronto para decolar", foram as palavras do treinador para o atacante momentos antes de sua primeira partida.De sua estréia até hoje, Gil decolou, viveu altos e baixos. Ele, que já foi cotado como um dos melhores atacantes do País e integrou a seleção brasileira, viu também o lado ruim da carreira. No ano passado, primeiro uma lesão muscular depois uma infecção no púbis, não o deixaram ganhar ritmo, tiraram-lhe a confiança. "Agora que o Oswaldo está de volta, e como sei que ele confia em mim, quero voltar a jogar o meu melhor futebol." O atacante volta à equipe do Corinthians na quinta-feira, contra o Juventus, no Pacaembu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.