Gilardino e Pato farão a dupla de ataque do Milan

Com os dois jogadores, ataque do time milanês passar a ser o mais jovem do Campeonato Italiano

Ansa

10 de janeiro de 2008 | 18h01

O ex-atacante do Internacional de Porto Alegre, que prometeu fazer ao menos um gol em sua estréia, deve jogar nesse domingo como titular, a menos que o técnico Carlo Ancelotti decida jogar com apenas um atacante, que neste caso seria Alberto Gilardino.   "Não tenho problemas em jogar como único na ponta, mas prefiro fazer isso ao menos com um companheiro adiante, porque é mais fácil colocar em dificuldades um rival quando se joga com dois atacantes", comentou o próprio Gilardino.   A apresentação de Pato em uma partida oficial desperta grande expectativa no time, que no domingo buscará sua primeira vitória em casa no campeonato - até agora, contabiliza duas derrotas e dois empates nessa condição.   As chances do jovem brasileiro aumentam, pois Ronaldo está dando seus primeiros passos após uma longa inatividade e Filippo Inzaghi sofre de cólicas renais que se somam a uma batida no pé direito sofrida no clássico contra a Inter de Milão.   "Devemos refletir a razão pela qual não pudemos ganhar ainda no San Siro (o estádio do Milan) no campeonato, e contra o Napoli não será fácil fazê-lo", disse, o volante Gatuso, que não estará na partida deste domingo porque cumpre suspensão.   Antes da disputa com o Napoli, como incentivo, o Milan apresentará a seu público os 18 títulos internacionais obtidos ao longo de sua história, inclusive o troféu que conquistou no Mundial de Clubes do Japão em dezembro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.