Gilberto é reprovado em exames e não vai para o Tottenham

Ingleses desistem de contratar o jogador após uma série de testes médicos; ele continuará no Hertha Berlim

Efe,

31 de janeiro de 2008 | 09h55

O lateral-esquerdo brasileiro Gilberto, de 31 anos, não será transferido para o Tottenham, após ter sido reprovado nos exames médicos. Ele ficará em seu clube atual, o Hertha Berlim. A contratação, que já era dada como certa, foi desfeita no último momento após os resultados dos exames do jogador, anunciaram nesta quinta-feira fontes do Hertha. O clube berlinense também ressaltou sua "incompreensão" com a atitude da equipe britânica, que pagaria 2,6 milhões de euros (quase R$ 7 milhões) pelo brasileiro, que começou nas categorias de base do América do Rio, e depois defendeu Flamengo, Vasco, Cruzeiro, Grêmio, São Caetano e Inter de Milão. Gilberto - que disputou a Copa do Mundo de 2006 e é freqüentemente convocado pelo técnico Dunga - tem contrato com o Hertha até o fim desta temporada.

Tudo o que sabemos sobre:
Hertha BerlimGilbertoTottenham

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.