Jonne Roriz/AE
Jonne Roriz/AE

Gilberto Silva pede fim dos erros na seleção

Segundo o volante, o Brasil precisa jogar com 'inteligência' nesta reta final

ANDRÉ CARDOSO, Agência Estado

27 de junho de 2010 | 09h06

JOHANNESBURGO - Com o fim da primeira fase, todos os jogos da Copa do Mundo passam a ser eliminatórios. Assim, uma simples falha pode ser decisiva. Por isso, o volante Gilberto Silva alertou neste domingo que a seleção brasileira não pode mais errar a partir de agora, sob risco de voltar mais cedo para casa. É com essa filosofia que o Brasil promete entrar em campo nesta segunda-feira, para enfrentar o Chile, pelas oitavas de final da competição.

Veja também:

especial CRONOLOGIA: Copa, dia a dia

tabela TABELA - Jogos | Classificação | Simulador

Gilberto Silva reconheceu que o Brasil não fez uma boa partida contra Portugal, com quem empatou por 0 a 0, na última sexta-feira, quando encerrou sua participação na primeira fase da Copa. "Tivemos dificuldades, erramos bastante. Agora, não se permite tantos erros", afirmou o volante, que é um dos principais líderes da seleção. "No mata-mata é totalmente diferente. Para nós, cada jogo passa a ser uma final."

Segundo Gilberto Silva, o Brasil precisa jogar com "inteligência" nesta reta final da Copa na África do Sul. "Temos 90 minutos para decidir. Cada minuto é importante, não pode se desesperar e achar que vai ganhar a qualquer momento", avisou o volante, consciente de que os chilenos irão fazer uma forte marcação durante a partida de segunda-feira, que acontecerá no Estádio Ellis Park, em Johannesburgo.

Ele também alerta para os perigos da seleção chilena. "O Chile joga sem medo, com bastante velocidade. É um time que sabe jogar, não fica somente recuado. E tem um treinador (o argentino Marcelo Bielsa) que sabe armar o time", elogiou Gilberto Silva, atento ao que considera ser a principal arma do adversário. "Temos que ter cuidado com o contra-ataque, que é bastante perigoso."

 

 

 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.