Fabio Motta/ Estadão
Fabio Motta/ Estadão

Gilmar Rinaldi reitera processo contra Zico: 'Não duvidem da honra'

Ídolo do Fla disse que 'tem um empresário' na comissão técnica

MARCIO DOLZAN, Estadão Conteúdo

30 de junho de 2015 | 19h25

O coordenador-geral de seleções da CBF, Gilmar Rinaldi, confirmou nesta terça-feira que irá processar o ex-jogador Zico, que na segunda-feira declarou em entrevista ao jornal Extra que a seleção "tem um empresário do futebol comandando", se referindo a Rinaldi. Zico disse ainda que "a seleção não pode virar um balcão de negócios".

"Eu não acreditei. Tive sempre um relacionamento muito bom com o Zico. Respeito, é a opinião dele, só que eu só tenho uma atitude. Vocês podem até ter a opinião de que eu não sou capacitado, que eu estou fazendo alguma coisa errada ou que não estou fazendo o melhor para a seleção. Agora, não duvidem da minha honra. Isso eu não admito", declarou Rinaldi.

"É muito simples. Respeito o Zico, tem uma história extraordinária, sofreu alguns problemas parecidos na época do Flamengo", disse Gilmar Rinaldi, referindo-se ao período em que o ex-jogador foi dirigente na Gávea. "É sempre muito difícil estar neste lugar onde eu estou, ele sabe muito bem disso, mas agora a gente vai fazer uma interpelação judicial e ele vai falar na frente do juiz se disse ex-empresário ou empresário, fica a cargo dele." Gilmar disse ainda que "dessa história toda, o que me deixou mais é triste, mesmo".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.