Gilson Kleina admite necessidade de reforços para o Brasileirão

Treinador acredita que serão necessárias contratações para o time brigar forte pelo título

Daniel Batista, O Estado de S. Paulo

28 de fevereiro de 2014 | 10h57

SÃO PAULO - A boa campanha do Palmeiras no Campeonato Paulista não ilude o técnico Gilson Kleina. O treinador acredita que serão necessárias contratações para o time brigar forte na disputa do Brasileirão e que o torneio estadual está sendo usado para ver quais jogadores estão em condições de ajudar o time na competição nacional.

"O campeonato serve como um parâmetro, mas não dá para achar que não precisamos qualificar o nosso trabalho técnico e tático. Na Série A, o erro tem que ser muito menor porque não existe refresco", alertou o treinador, depois de ter comandado o Palmeiras na vitória por 2 a 0 sobre o São Bernardo, nesta quinta-feira à noite, no Pacaembu.

"No Brasileiro, você sai do Cruzeiro em Belo Horizonte e pega um clássico no Pacaembu. Depois tem um Flamengo no Maracanã. É um trabalho árduo ficar entre os melhores. Vejo que as equipes que estão na Libertadores fizeram um investimento e outras equipes estão há alguns anos na Série A aprenderam a jogar a competição", completou o comandante.

Kleina tem constantemente reuniões com membros da diretoria palmeirense, em especial, com Omar Feitosa, gerente de futebol. No treino de quarta-feira, o presidente Paulo Nobre e seu vice, José Carlos Brunoro, também foram ao campo conversar com o treinador. "Não podemos achar que não precisamos qualificar, pelo contrário. Nas reuniões que a gente tem falamos que em algumas situações precisamos reforçar, mesmo com nosso elenco sendo de qualidade atualmente", enfatizou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.