Divulgação
Divulgação

Gilson Kleina pede cuidado com o maior artilheiro da história do Vilhena

Técnico do Palmeiras afirma que adversário na estreia pela Copa do Brasil merece respeito

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

11 de março de 2014 | 17h03

SÃO PAULO - O Palmeiras enfrenta o desconhecido Vilhena, nesta quarta-feira, pela Copa do Brasil, em Rondônia, mas o técnico Gilson Kleina já revelou ter algumas detalhes sobre o adversário. "Me falaram que o Edilsinho é o melhor jogador, faz gols, estamos com as informações", disse antes de embarcar rumo à estreia pelo torneio mata-mata.

O meia é o maior artilheiro da história do clube, com 30 gols, os dois últimos marcados no fim de semana, contra o Ji-Paraná, pelo Estadual. Velho conhecido da torcida, está no time desde 2005 e é titular absoluto do técnico Marcos Birigui.

No último domingo o Vilhena foi eliminado na Copa Verde pelo Brasiliense e lidera o Campeonato Rondoniense. Na Copa do Brasil, a equipe vai fazer a sua quinta participação e tenta pela primeira vez avançar da primeira fase. "Não será jogo fácil, todo time se mobiliza quando vai enfrentar o Palmeiras. O importante é estarmos motivados e com atitude", afirmou Kleina, que pretende definir o confronto já no jogo de ida e ganhar por 2 a 0.

Para enfrentar o Palmeiras o Vilhena vai promover a estreia de quatro jogadores recém-contratados: o goleiro Dalton, o volante Wertinho, o atacante João Leandro e o lateral-direito Portela, de 24 anos, que atuou na base do Palmeiras e antes de chegar ao clube rondoniense estava no América, da Série A3 do Campeonato Paulista.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.