Divulgação
Divulgação

Gilson Kleina pede cuidado com o maior artilheiro da história do Vilhena

Técnico do Palmeiras afirma que adversário na estreia pela Copa do Brasil merece respeito

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

11 de março de 2014 | 17h03

SÃO PAULO - O Palmeiras enfrenta o desconhecido Vilhena, nesta quarta-feira, pela Copa do Brasil, em Rondônia, mas o técnico Gilson Kleina já revelou ter algumas detalhes sobre o adversário. "Me falaram que o Edilsinho é o melhor jogador, faz gols, estamos com as informações", disse antes de embarcar rumo à estreia pelo torneio mata-mata.

O meia é o maior artilheiro da história do clube, com 30 gols, os dois últimos marcados no fim de semana, contra o Ji-Paraná, pelo Estadual. Velho conhecido da torcida, está no time desde 2005 e é titular absoluto do técnico Marcos Birigui.

No último domingo o Vilhena foi eliminado na Copa Verde pelo Brasiliense e lidera o Campeonato Rondoniense. Na Copa do Brasil, a equipe vai fazer a sua quinta participação e tenta pela primeira vez avançar da primeira fase. "Não será jogo fácil, todo time se mobiliza quando vai enfrentar o Palmeiras. O importante é estarmos motivados e com atitude", afirmou Kleina, que pretende definir o confronto já no jogo de ida e ganhar por 2 a 0.

Para enfrentar o Palmeiras o Vilhena vai promover a estreia de quatro jogadores recém-contratados: o goleiro Dalton, o volante Wertinho, o atacante João Leandro e o lateral-direito Portela, de 24 anos, que atuou na base do Palmeiras e antes de chegar ao clube rondoniense estava no América, da Série A3 do Campeonato Paulista.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.