Daniel teixeira/ Estadão
Daniel teixeira/ Estadão

Gilson Kleina pede reação imediata do Palmeiras

Equipe foi derrotada por 1 a 0 pelo Boa no último sábado

AE, Agência Estado

25 de agosto de 2013 | 14h05

SÃO PAULO - O Palmeiras perdeu para o Boa Esporte  por 1 a 0, sábado, em Varginha (MG), e, mesmo se mantendo na liderança isolada da Série B, viu acabar com uma sequência de 12 jogos sem derrota. Após o tropeço, o técnico Gilson Kleina tratou de pedir uma reação imediata do time, que volta a entrar em campo nesta quarta-feira, quando visita o Atlético-PR, em Curitiba, na decisão pela vaga nas quartas de final da Copa do Brasil.

Para Gilson Kleina, a derrota em Varginha serve de aprendizado para o Palmeiras. "Mesmo as vitórias serviam de alerta, sempre conversamos. Desta vez, não conseguimos reagir. Entendemos que alguns não jogavam há muito tempo e isso faz diferença. Mas temos de reagir já na quarta-feira para as coisas poderem caminhar de novo para nós", afirmou o treinador, que poupou vários titulares na partida de sábado.

Para enfrentar o Atlético-PR na quarta-feira, quando o Palmeiras precisa do empate para se classificar - ganhou o jogo de ida no Pacaembu por 1 a 0 -, Gilson Kleina contará com a volta de Fernando Prass, Juninho e Vilson, que foram poupados em Varginha, além de Wesley, que cumpriu suspensão. Outro que deve retornar é Leandro, recuperado de contusão. Mas Valdivia, com edema na coxa direita, ainda é dúvida.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasGilson Kleina

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.