Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Gilson Kleina promete acertar o meio-campo da Ponte Preta

Setor terá novas mudanças para o jogo contra a Chapecoense

O Estado de S.Paulo

09 de junho de 2017 | 20h18

A derrota para o Atlético Goianiense, por 3 a 0, quinta-feira, em Goiânia, não estava nos planos da comissão técnica da Ponte Preta. O técnico Gilson Kleina assumiu a culpa pelo tropeço inesperado, lamentando ainda a falta de opções para o meio-campo. O setor, no entanto, terá novas mudanças forçadas diante da Chapecoense, domingo, no Moisés Lucarelli, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro.

Mesmo assumindo a derrota para si, Kleina foi alvo de críticas por testar, outra vez, uma fórmula que não deu certo. Ele colocou o volante Fábio Braga para tentar ganhar mais velocidade na saída de bola, mas desestabilizou o sistema de marcação.

O mesmo aconteceu na rodada anterior, quando o lateral Nino Paraíba foi improvisado como volante e acabou tropeçando na bola. "Tentei achar uma alternativa para ter mais velocidade e mais mobilidade no meio campo. Infelizmente não deu certo, mas vamos continuar atrás de uma formação mais regular e consistente", disse Kleina.

O problema é que dois volantes - Fernando Bob e Naldo - estão entregues ao departamento médico. Além disso, além da derrota, o time campineiro ficou sem o volante Elton, expulso no final do jogo. Mais uma baixa para esquentar a cabeça do treinador. É provável que Jadson, titular durante o Campeonato Paulista, ganhe uma chance ao lado do meia Ravanelli, que também pode voltar ao time.

Kleina já avisou que não pretende queimar etapas com alguns jogadores que estão entrando aos poucos e correndo atrás de ritmo de jogo. São os casos do meia Renato Cajá e do atacante Emerson Sheik que atuaram no segundo tempo contra o Atlético-GO.

Os jogadores folgaram nesta sexta-feira e vão participar de um rápido treinamento tático no sábado cedo no centro de treinamento. O gramado do Majestoso será poupado devido as chuvas dos últimos dias. Com sete pontos, a Ponte Preta ocupa a oitava posição.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.