José Patrício/Estadão
José Patrício/Estadão

Gilson Kleina quer vitória contra o Santos para dar moral ao Palmeiras

Treinador palmeirense acredita resultado positivo pode elevar ânimo de seus comandados

Daniel Batista, O Estado de S. Paulo

21 de março de 2014 | 17h13

SÃO PAULO - O Palmeiras entra em campo neste domingo, na Vila Belmiro, aparentando estar mais preocupado com uma vitória do que o Santos. Enquanto no time praiano o discurso de Oswaldo de Oliveira é que o mais importante é vencer o jogo das quartas de final contra a Ponte Preta, no meio da semana que vem, para não ser eliminado do Paulistão, na Academia de Futebol Gilson Kleina pensa diferente.

O treinador quer a vitória no clássico para deixar o Palmeiras com a melhor campanha da fase de classificação, o que garantiria o direito de decidir o Campeonato Paulista em casa numa eventual final contra o Santos. "Com um resultado positivo, você atende o objetivo que a gente quer, e vai com mais moral para a próxima fase, por vencer um clássico. Se perder, não atingiremos o primeiro objetivo, mas continuaremos na luta pelos outros objetivos", comentou o treinador.

O Palmeiras tem a melhor campanha, com 35 pontos, contra 33 do Santos. Em caso de vitória, a diferença chegaria a cinco pontos, inalcançável pelos santistas mesmo que o Palmeiras avance à final com dois empates nas fases anteriores. Como Oswaldo de Oliveira está preocupado com o jogo diante da Ponte, pode escalar reservas para o clássico. Kleina minimiza: "Acredito que todo treinador tem que respeitar o planejamento. Se o Oswaldo fizer isso, entendo. Mós também temos jogadores pendurados e a gente sabe que vale essa partida, mas na próxima fase a partida é um jogo só."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.