Robson Fernandjes/Estadão
Robson Fernandjes/Estadão

Gilson Kleina se anima com a 'magia' entre a torcida e o Palmeiras

Na partida contra o Libertad, equipe terá o reforço extra de 37 mil torcedores palmeirenses

Daniel Batista, O Estado de S. Paulo

11 de abril de 2013 | 13h50

SÃO PAULO - O Palmeiras enfrenta o Libertad nesta quinta-feira, às 19h15, no Pacaembu, com um reforço extra. O estádio do Pacaembu estará lotado de torcedores palmeirenses, que prometem apoiar o time do início ao fim da partida, que pode sacramentar a classificação da equipe alviverde em caso de um resultado positivo. Todos os 35 mil ingressos para o time da casa foram vendidos ainda na terça-feira. O técnico Gilson Kleina acredita que o apoio das arquibancadas pode dar ainda mais força para a equipe.

 

"Espero que possamos mais uma vez fazer valer a energia do Pacaembu com essa química que liga torcedor e jogador. É uma magia inexplicável", disse o empolgado treinador. "O estádio cheio de palmeirenses é um combustível extra para os jogadores", completou.

 

Apesar da euforia, Kleina sabe que para ter o apoio durante os 90 minutos é necessário que o time faça por merecer e mostre dedicação. "A atitude e comportamento em campo é que vai definir a satisfação do torcedor. E nosso espírito de comprometimento agora é grande. Agora é hora de cada um mostrar o seu talento", analisou.

 

O público nesta quinta-feira será recorde do Palmeiras na temporada. Anteriormente, o jogo com mais torcida foi na vitória por 2 a 0 sobre o Tigre, na rodada passada da Libertadores, quando 19.178 pagantes estiveram presentes no Pacaembu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.