Marcio Fernandes/Estadão
Marcio Fernandes/Estadão

Gimenez será velado em estádio do Botafogo-SP; Canela seguirá para Matão

Jogadores da Chapecoense possuem família no interior de São Paulo

Estadão Conteúdo

02 de dezembro de 2016 | 18h20

O impacto da tragédia ocorrido com a delegação da Chapecoense na Colômbia também será sentida de perto no interior de São Paulo. O lateral Gimenez será velado no Estádio Santa Cruz, do Botafogo. A diretoria botafoguense colocou sua casa à disposição, o que foi aceito pela família do atleta.

Gimenez defendeu a camisa do Botafogo e foi vítima da tragédia com a delegação catarinense no acidente aéreo na Colômbia, na madrugada de terça-feira. Ainda não está confirmada a data precisa e o horário do velório. Tudo dependerá da chegada dos corpos em Chapecó (SC), prevista para a manhã deste sábado, e, posteriormente, do envio do corpo para Ribeirão Preto.

A maior possibilidade é de que o velório seja realizado na tarde deste sábado, mas também pode passar para o domingo pela manhã. Uma área no gramado já está preparada, com tendas e cadeiras.

O corpo do atacante Canela seguirá de Chapecó diretamente para Matão (SP), sua cidade natal, onde será sepultado. O Botafogo ofereceu o Santa Cruz para que também fosse feito o velório de Canela, mas a família do atacante preferiu levá-lo para Matão. Ele atuou no Botafogo e no Mogi Mirim.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.