Gimnasia oferece emprego para Maradona

O Gimnasia y Esgrima La Plata, clube da primeira divisão do futebol argentino, está oferecendo emprego a Diego Maradona. O presidente Juan José Muñoz já procurou o sobrinho do ex-jogador, Daniel López, para fazer a proposta. O cargo seria de diretor-esportivo.Enquanto isso, Maradona segue em Cartagena, na Colômbia, para onde foi na semana passada. Chegou a ser comentado que ele estaria lá para fazer uma cirurgia para redução do estômago, mas o astro argentino negou a possibilidade de passar por tal operação. ?Vim para Cartagena para descansar. É uma cidade muito bonita. Não vou fazer nenhuma cirurgia. Estou aqui porque respeito os fãs e o trabalho da imprensa, mas não vou responder mais perguntas?, disse Maradona, nesta quinta-feira, ao atender aos jornalistas que o procuraram no prédio em que está hospedado.Aos 44 anos, Maradona luta para se livrar da dependência das drogas - para isso, faz tratamento em Cuba. No ano passado, sofreu grave crise cardio-respiratória e chegou a ficar hospitalizado em Buenos Aires. Seu último emprego de fato foi em 1997, quando deixou o futebol defendendo o Boca Juniors.A oferta do Gimnasia, da cidade de La Plata, é para que ele comande o departamento de futebol e também use sua imagem para promover o clube, principalmente na Ásia. Segundo Daniel López Maradona, seu tio já sabe da proposta de emprego e ?responderá quando voltar a Buenos Aires? - mas não disse quando isso acontecerá.

Agencia Estado,

17 de fevereiro de 2005 | 16h24

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.